Implementar o sistema de rega gota a gota para rentabilização dos recurso hídricos nas diferentes parcelas agrícolas tem sido a grande aposta dos agricultores de Santa Cruz.

O projecto sobre a massificação das novas tecnologias encerra um forte potencial de oportunidades para o sector da agricultura.

Com base nesse pressuposto os agricultores sugerem melhorias na produtividade agrícola através da introdução da técnica de rega gota-a-gota.

Defendem ainda um apoio por parte do Governo, àqueles que não detém poder financeiro para tal, através de um convénio que os possibilitem, mesmo que avalizar financiamento através de empréstimos junto das entidades para tal, o que será muito vantajoso, ne medida em que haverá poupança e rentabilidade da água. O Ministro GIlberto Silva afirma que todos os esforços têm sido feito no sentido de modernizar o setor da agricultura. E se, diz, os contransgimentos forem apenas financiamento, o próprio Estado poderá criar condições que permitam afetivá-lo. Entretanto aquele Ministro considera que os ganhos foram muitos, se considerarmos que em 2000 a taxa de penetração do sistema de rega gota-a-gota e hoje esta taxa está cima dos 40%.